5/06/2007

Tem até jornalismo...

Matéria

Encerrada a Virada Cultural de São Paulo,
agora é a vez de Araçatuba

Alex Wild
São Paulo

São Paulo viveu, nos últimos 5 e 6 de maio, uma maratona cultural de 24 horas com atrações de todos os gêneros; música, teatro, circo, cinema, dança, literatura, visitas a museus, exposições e festas, fechando pelo terceiro ano a Virada Cultural paulistana.

O evento demonstrou a amplitude artística da maior cidade brasileira. Centralizado em cinco pontos, distribuídos por todas as regiões da capital, São Paulo ouviu a voz de Moraes Moreira, que declarou que “a Virada é um evento de paz”, Paulinho da Viola, Caubi Peixoto, Nação Zumbi, Pato Fu, Língua de Trapo, entre outros, e foi encerrado pela voz da cantora Zélia Duncan, que se apresentou às 18 horas no palco Boulevard São João.

Inspirada nas “Noites Brancas” européias, quando diversos acontecimentos culturais são realizados nas ruas das principais cidades, dentre elas Madri, Paris, Roma, a Virada Cultural está indo além este ano, pois o evento sai da capital do Estado e se dirige ao interior paulista. O evento acontece nos dias 19 e 20 de maio, duas semanas após a Virada Cultural na capital paulista.

Araçatuba é uma das 10 cidades que entram na programação. Realizado pelo Governo Estadual de São Paulo, Secretaria do Estado da Cultura em parceria com o SESC, e pela prefeitura de Araçatuba através da Secretaria da Cultura da cidade, o evento vem para fortalecer os espetáculos artísticos, incentivar a cultura e consolidar a cidade como pólo cultural da região. “As apresentações de Araçatuba se destacam por seu ecletismo e demonstram qualidade em seus shows”, afirma o Secretário da Cultura Alexandre Sônego de Carvalho.

Esse ano o evento ocorrerá em 10 cidades, mas a expectativa é ampliar para 21 no próximo ano.

A programação completa pode ser vista no site da prefeitura de Araçatuba, o endereço é http://www.aracatuba.sp.gov.br/.

Um comentário:

Lu disse...

Mto bem, parabéns, nota 100! (minha mãe q falava isso...rs)