6/15/2010

A Fumaça que te escapa... - resposta





Sabe quando pensamos que estamos indo, e quem vai, na verdade, é todo o resto? Nós só ficamos, somos a sobra... o que nos fica, um sorriso de plástico, uma vantagem módica,  um silêncio-pensamento, um sono-tormenta, um olhar-paralisia e um arrependimento que se esconde, esconde, mas que brilha no nosso escuro...


Acabo por não saber se isso é o que te ocorre.
Não é comigo...
Não fico pra ver!
Quando o telefone não toca, eu não fico sabendo.
Se o sinal não chega, eu já havia me esquecido...
E o plano não se realiza, ele foi mal feito.
Não valia a pena!


Eu acendo o fogo!
O meu, o de outro.
Acendo o fogo que dói. Queimo o que é sem valor.
E jamais fico.
Sou aquele momento que se perdeu...
O piscar de instante não volta a acontecer!
O detalhe se perde, uma avalanche cai...
Eu sou o que se foi!
Sou!
Eu não estou aqui...


...
Para os que não foram
que aprendam ao menos a ficar...

3 comentários:

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

É difícil dizer o que acontece. O tempo passa e nos tranquilizamos muito cedo.

Alegro-me pelo fato de o destino nos reunir.


Um beijo.

Anônimo disse...

Ótimo texto.... sejamos sim incômodos.... isso é uma maravilha...
Estou seguindo seu blog, entre lá no meu e pode ser incômodo... parabéns e sucesso, embora o sucesso às vezes não seja o caminho.

movidoaletras.blogspot.com

Cris . disse...

Encontrei teu blog por aii,
por curiosidadee entrei, gosteei e com certeza volto ta :)

volto e leio tudinho :D
Bjinhos pra tiii .
me visita tbm ta .

#]